Maranhão

COMEÇOU A REFLUTUAÇÃO DO NAVIO STELLAR BANNER, ENCALHADO NA BAÍA DE SÃO MARCOS

Após encerrada a fase de retirada da carga do Navio Mercante Stellar Banner, com a remoção de cerca de 145… [ ]

3 de junho de 2020

Após encerrada a fase de retirada da carga do Navio Mercante Stellar Banner, com a remoção de cerca de 145 mil toneladas de minério de ferro, a Marinha do Brasil (MB) comunicou que iniciou a etapa de reflutuação do navio, que está encalhado desde 25 de fevereiro na Baía de São Marcos.

O navio encontra-se com inclinação de 13,5 graus, 12 graus a menos após o encalhe, já expondo parte do convés que estava submerso. O Navio Patrulha “Guanabara”, da MB, está na cena de ação para monitoramento. O OSRV (Oil Spill Response Vessel) Bear também participa da operação, cumprindo o Plano de Reflutuação e Salvatagem aprovado pelo Comando do 4o Distrito Naval e fiscalizado pela Capitania dos Portos do Maranhão e pelas autoridades ambientais do Estado do Maranhão, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis e Secretaria de Estado do Meio ambiente e Recursos Naturais.

Ainda segundo a nota divulgada, os órgãos e empresas envolvidas continuam “envidando o máximo de esforços e recursos possíveis, visando solucionar o ocorrido com brevidade, e sempre atendendo as normas e legislação em vigor, priorizando a salvaguarda da vida humana no mar, a proteção do meio ambiente e segurança da navegação”.

Entenda

O Navio Stellar Banner precisou ser encalhado propositalmente para evitar naufrágio no dia 25 de fevereiro. Segundo informações da Capitania dos Portos do Maranhão, foram identificados dois vazamentos avante da embarcação, que permitia a entrada de água nos compartimentos de carga.

O navio tinha cerca de 3,4 mil toneladas de óleo armazenadas no tanque, que foram retiradas em operação. O navio também carregava cerca de 275 mil toneladas de minério de ferro pertencentes à mineradora brasileira Vale.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!