Alerta

EM ALERTA: PAÍSES EUROPEUS AMPLIAM RESTRIÇÕES COM ALTA EM NÚMERO DE CASOS DE COVID

Governos adotam medidas para conter 4ª onda; contra o lockdown, milhares protestaram na Áustria e na Holanda. Mais países europeus… [ ]

23 de novembro de 2021

Governos adotam medidas para conter 4ª onda; contra o lockdown, milhares protestaram na Áustria e na Holanda. Mais países europeus ampliaram as restrições para conter os contágios de covid na 2ª feira (22.nov.2021). A Áustria foi a 1ª a entrar em lockdown, enquanto nações como Holanda, República Tcheca e Eslováquia consideram fechar espaços públicos para barrar o avanço da 4ª onda na Europa.

A Alemanha decretou no sábado (20.nov) que não-vacinados não poderão frequentar bares e restaurantes, museus e eventos em locais fechados. A chanceler Angela Merkel classificou as medidas como “insuficientes”.

Portugal, por sua vez, decidirá nos próximos dias sobre a volta de restrições –em especial o uso de máscaras– derrubadas em setembro. Já na Espanha, Estados entraram na Justiça pelo direito de exigir passaporte da covid em ambientes públicos.

Na Áustria, o lockdown foi motivos de protestos no fim de semana, com mais de 40.000 pessoas saindo às ruas em ato contra a decisão do governo austríaco de obrigar toda a população a se vacinar a partir de 1º de fevereiro de 2022. Manifestações mais intensas foram registradas na Holanda, em especial nas cidades de Roterdã e de Haia.

Além do crescimento no número de casos, a taxa de mortes pela doença na Europa aumentou 5% de 8 a 14 de novembro ante a semana anterior (1º-7.nov). O continente europeu foi o único a registrar alta no número de vítimas pela doença no período.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!