Inconsistência

FGV DIZ QUE DECOTELLI NÃO FOI PROFESSOR EFETIVO

A Fundação Getúlio Vargas negou que o ministro da Educação, Carlos Alberto Decotelli da Silva, tenha sido professor ou pesquisador… [ ]

30 de junho de 2020

Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor (CTFC) realiza terceira audiência pública destinada a “discutir acerca das obras não iniciadas, paralisadas e atrasadas de creches e pré-escolas no país, em ciclo de encontros denominado Diálogos de Transparência – Monitoramento de obras de creches e pré-escolas públicas”.

A Fundação Getúlio Vargas negou que o ministro da Educação, Carlos Alberto Decotelli da Silva, tenha sido professor ou pesquisador da instituição. Mas, em e-mails, enviados para a CNN, a professora Brigitte Wolf, da Universidade de Wüppertal, na Alemanha, disse que, por lá, ele era tido como professor da FGV.

Segundo ela, que foi orientadora de Decotelli, o hoje ministro esteve na Alemanha enquanto cumpria um período sabático na FGV. Brigitte, que está aposentada, afirmou que a FGV –“a sua universidade”, numa referência ao ex-orientando– é que deveria responder sobre a avaliação do trabalho que supervisionou.

Em nota, a FGV afirmou que o ministro “atuou apenas nos cursos de educação continuada, nos programas de formação de executivos e não como professor de qualquer das escolas da fundação. Da mesma forma, não foi pesquisador da FGV, tampouco teve pesquisa financiada pela instituição”.

Num dos e-mails, a professora afirmou ter sido contactada por Decotelli em 2014, quando ele se mostrou interessado em um pós-doutourado em seu departamento. “Eu o convidei para a Universidade de Wuppertal e lhe ofereci um lugar de trabalho e supervisão”, escreveu.

De acordo com ela, Decotelli não se candidatou a nenhum fundo ou programa de pós-doutorado na Alemanha. A professora aposentada enviou um link com o trabalho apresentado pelo atual ministro ao fim de sua permanência na universidade.

Ela, a exemplo da assessoria de imprensa da Wüppertal, afirmou que a universidade, assim como outras na Alemanha, não emite certificados de pós-doutorado: “O resultado de seu pós-doutorado é o trabalho apresentado”, escreveu.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!