São João

GOVERNO DO ESTADO LANÇA PROGRAMAÇÃO OFICIAL DO “MAIOR SÃO JOÃO DO MUNDO”

Mais de 1.266 artistas habilitados via edital, quase 60 dias de festa, 12 arraiais somente em São Luís, quatro arrais… [ ]

31 de maio de 2023

Mais de 1.266 artistas habilitados via edital, quase 60 dias de festa, 12 arraiais somente em São Luís, quatro arrais regionais nas cidades de Barreirinhas, Pinheiro, Timon e Imperatriz e cerca de 80% municípios maranhenses com festas apoiadas pelo governo do Maranhão. Esta é a síntese da volumosa programação oficial do São João do Maranhão 2023, “O Maior São João do Mundo”.

Em coletiva de imprensa realizada nesta terça-feira (30), no Palácio Henrique de La Rocque, em São Luís (MA), o governador Carlos Brandão e uma equipe de secretários estaduais, apresentaram aos profissionais da imprensa detalhes d’O Maior São João do Mundo.

“Esse nosso Maranhão é só paixão. Temos que mostrar isso tudo para o mundo, para fortalecer nossa cultura e gerar emprego e renda”, declarou o governador Carlos Brandão, após apresentação de vídeo promocional da festa junina, peça publicitária que mostra a diversidade cultural e as belezas naturais do Maranhão.

Com mais de dois meses de celebração da cultura maranhense, o São João do Maranhão 2023 será realizado em vários espaços da capital e em vários municípios do estado. O pontapé inicial de festejos juninos será no próximo domingo (4), com a abertura do já tradicional Arraial do Ipem, espaço que contará com atrações juninas diariamente e por 35 dias contínuos de festa. O encerramento da programação oficial no Maranhão está marcado para o dia 30 de julho.

Em São Luís, o São João será concentrado nos arraiais do Ceprama, Vila Palmeira, Cohatrac, Liberdade, Anjo da Guarda, Praça da Fé, Vila Embratel, Cidade Operária, Maiobão, Parque da Juçara e Parque do Forró (Rangedor). As populares festividades no Largo de São Pedro e encontro de bois no João Paulo (Dia de São Marçal) também estão garantidas.

“Vai ser um São João grandioso; de fato, o maior do mundo. Não só em investimentos, não só em quantidade de dias, mas no principal, que é a geração de emprego e renda, principalmente com essa grande diversidade cultural que o estado do Maranhão tem”, disse o secretário de Estado da Cultura (Secma), Yuri Arruda.

Arraiais regionais e apoio estadual a 80% dos municípios

Destaque também para os arraiais regionais, que serão realizados nas cidades de Barreirinhas, Pinheiro, Timon e Imperatriz. A ideia é descentralizar a cultura, garantindo espaço para manifestações folclóricas de cada local, estimulando a atividade turística e a geração de renda. Principal pasta estadual à frente da coordenação e execução da festa, a Secma aponta, ainda, que cerca de 80% das cidades maranhenses também contarão com o apoio da gestão estadual na realização do São João 2023.

“O São João é muito forte em São Luís, mas a gente não pode pensar somente na capital. Quero assegurar que vamos fazer o mesmo que fizemos em 2022: Vamos levar o São João também para os municípios. No ano passado, chegamos a mais de 70% das cidades maranhenses. Neste ano, criamos quatro arraiais como referência e devemos chegar a 80% dos municípios com apoio do governo do Maranhão, para levar essa riqueza cultural a todos”, afirmou o governador Brandão, durante a coletiva.

Cultura em todas as regiões

A coletiva de imprensa de lançamento da programação do São João do Maranhão 2023 já foi marcada pelo clima junino, com a apresentação dos grupos de bumba-meu-boi Encanto da Ilha e Boi de Morros. A cantora maranhense Rosa Reis também animou o público com o peso rítmico da ‘caixa’, instrumento de percussão tocado na Festa do Divino Espírito Santo no Maranhão, e em grupos de Cacuriá.

Artista conhecida dos palcos maranhenses, Rosa Reis não vê a hora de se apresentar nos arraiais de São Luís e do interior do estado.  “Eu acho que o São João vai ser muito bom. Espero que a gente dê oportunidade para todas as brincadeiras, para todos os brincantes de São Luís e do interior do estado. A gente aguarda o ano todo por esse momento, a maior festa do Maranhão que é o São João”, disse a artista.

Amo e presidente do Boi de Morros, José Lobato acha que as festa junina é o momento ideal para apresentar a riqueza do Maranhão para o Brasil e para visitantes de outros países. “A cultura do Maranhão é muito forte e o governo está tendo essa sensibilidade de ampliar tudo isso para o Brasil e para o mundo. São mais de 60 dias anunciados e esperamos recepcionar todos aqueles que adentrem ao Maranhão, dizendo quem é o povo do Maranhão, lhe retratando na alma e no espírito, uma cultura secular”, ressaltou.

Durante a entrevista, o amo do Boi de Maracanã, sotaque de matraca, Ribinha do Maracanã, mostrou que já está preparado e cantou trecho de “Maranhão, Meu Tesouro, meu Torrão”, toada composta pelo seu pai, o saudoso mestre Humberto de Maracanã (1939-2015), canção que virou uma espécie de hino do batalhão de Maracanã. Ribinha convocou a população para prestigiar a programação do “O Maior São João do Mundo”.

“O nosso boi e o nosso batalhão já estão ensaiando. A expectativa é que esse ano será o maior São João de todos os tempos. Em junho e julho, vem aí uma grande festa. Os arraiais farão grandes espetáculos com grandes grupos. Digo ao público, aos fãs, aos simpatizantes, aos brincantes, ao turista, a todo mundo: podem aguardar que vem um grande São João por aí”, garantiu Ribinha.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!