Baixada

HOMEM MATA O NAMORADO DA EX-COMPANHEIRA EM ZÉ DOCA; O ASSASSINO ESTÁ FORAGIDO

Um homem identificado como Maks Staylon Barros Cruz, de 33 anos, morreu após ser alvejado a tiros, no início da… [ ]

30 de novembro de 2023

Um homem identificado como Maks Staylon Barros Cruz, de 33 anos, morreu após ser alvejado a tiros, no início da madrugada desta quarta-feira (29), no Centro da cidade de Zé Doca, a 315 km de São Luís. Devido à gravidade dos ferimentos, ele foi transferido para um hospital em São Luís, onde morreu na tarde desta quarta.  O assassino, que está foragido, foi identificado como Diego Alves Bertoldo, de 28 anos.

Segundo a polícia, Diego Alves é ex-companheiro da namorada da Maks Staylon e, por estar inconformado com o fim do relacionamento, ele disparou vários tiros contra o casal. Maks foi atingido no peito. Já a mulher, que tem 28 anos, não foi atingida pelos disparos.

Na delegacia, a vítima da tentativa de feminicídio informou que terminou o seu relacionamento com Diego Alves há cerca de três meses, iniciando um relacionamento com Maks Staylon.

Ela contou que, na noite dessa terça-feira (28), estava com o atual namorado em um bar, nas proximidades da residência dele, localizada em um condomínio no Centro de Zé Doca.

Por volta das 20h30, Diego passou a mandar mensagens ofensivas, por meio de um rede social, alegando que ela e o namorado estavam desmoralizando-o, já que bebiam em um local aberto.

Por volta de 0h30, Maks e a namorada saíram do bar e entraram no carro dele. Quando o casal estava saindo no veículo, Diego apareceu e atirou diversas vezes contra o para-brisa do carro em que as vítimas estavam. Um dos tiros acertou a região do peito de Maks Staylon.

Ao perceber que o namorado havia sido alvejado, a mulher tomou a direção do carro e saiu em fuga. Ela afirma que Diego ainda os perseguiu e só parou quando a vítima estava próximo a um hospital.

Maks Staylon foi socorrido na unidade de saúde e encaminhado para um hospital em São Luís, por causa da gravidade dos ferimentos. Ele terminou morrendo na desta quarta, enquanto passava por cirurgia.

Já a mulher não foi alvejada por tiros, mas sofreu escoriações pelo corpo, provocadas pela quebra do vidro do para-brisa do carro.

A Polícia Militar foi acionada e conseguiu localizar e apreender o carro usado por Diego no momento da ação criminosa. Dentro do veículo havia projéteis deflagrados e estojos de munição de pistola cal. 380.

Ainda de acordo com a mulher, Diego já havia ameaçado o namorado dela há alguns meses, na conveniência de um posto de combustível. Na ocasião, Diego teria colocado uma arma na cabeça de Maks e pedido para olhar o celular da vítima, para ver o que ele conversava com a namorada. O assassino ainda está sendo procurado pela polícia.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!