Um fora

LULA SINALIZA APOIO A WEVERTON PARA O GOVERNO DO MARANHÃO E DESCARTA O PSDB

Em vídeo que circula nas redes sociais, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva descartou palanque com o PSDB no… [ ]

20 de janeiro de 2022

Em vídeo que circula nas redes sociais, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva descartou palanque com o PSDB no Maranhão, partido ao qual está filiado, no momento, o vice-governador Carlos Brandão (PSDB). Um problema para o governador Flávio Dino (PSB) administrar, já que o petista disse que o apoia para o Senado, mas não pode abraçar candidatura de um tucano, sua escolha pessoal, ao Palácio dos Leões.

Em novembro passado, Dino anunciou Brandão como sua escolha pessoal para a disputa pelo governo neste ano. Ocorre que o próprio petista deixou bem claro, no vídeo que circula nas redes sociais, nesta quarta-feira (19), que uma composição com o PSDB não será possível e que o impasse deve ser decidido, e logo, aqui mesmo no Maranhão.

“Nós defendemos a candidatura do Flávio Dino ao Senado, mas o companheiro tem um candidato dele, que é o vice, que é do PSDB. Ele sabe que é difícil a gente apoiar o PSDB. Nós temos a candidatura do Weverton. Então, eles vão ter que se acertar lá, para facilitar nossa vida”, sentenciou Lula no vídeo que circula.

A “sentença” ou fala de Lula fortalece a pré-candidatura de Wevertom. O senador vem afinando seu discurso em manter o projeto ao governo do Estado, mesmo contra a vontade de Dino, de quem diz ser sempre aliado.

Fato é que Lula “tirou o dele da reta” e determinou que se “acertem”, já que não quer conversa com o PSDB. Os que não entenderem o recado, certamente, não subirão no palanque do petista. Ao menos, foi o que ficou evidente nessa fala de hoje do ex-presidente.

Esse direcionamento defendido pelo PT atingiu também o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckimin, que era do PSDB e teve que sair da legenda para sonhar com a vice-presidência, numa possível chapa com o petista.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!