Sem chuva

MILHARES DE PEIXES MORREM NA SECA DA BAIXADA MARANHENSE

A Baixada Maranhense está enfrentando a maior seca dos últimos 10 anos, afetando mais de 20 municípios. Isso resultou na seca de… [ ]

29 de dezembro de 2023

A Baixada Maranhense está enfrentando a maior seca dos últimos 10 anos, afetando mais de 20 municípios.

Isso resultou na seca de lagos e lagoas, levando à morte de milhares de peixes, especialmente no Lago de Itans, em Matinha, onde estima-se que cerca de cinco toneladas de peixes tenham perecido.

Com a estiagem de seis meses, o Lago de Itans, que antes ocupava uma área de 4 km², transformou-se em um córrego, privando os peixes de água e oxigênio, levando à morte em massa.

Esta situação prejudica não só a economia local, mas também a subsistência de aproximadamente 10 mil pescadores diretamente ligados ao lago, onde 90% da população depende do que é produzido ali para sua alimentação.

Além disso, a reprodução das espécies de peixes pode ser comprometida devido à morte em massa.

A seca também afeta os animais, como os búfalos, que procuram água nos igarapés secos, e a população local, que enfrenta escassez de água potável, dependendo de carros-pipa, dificultados pela distância.

A esperança agora reside no início do período chuvoso, sendo aguardado com ansiedade pelos pescadores e pela população local como uma solução para aliviar os impactos dessa severa seca.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!