CPI da Covid

MINISTRO DA SAÚDE AFIRMA QUE NUNCA LEU AS BULAS DAS VACINAS QUE ESTÃO SENDO APLICADAS NO BRASIL CONTRA A COVID-19

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou à CPI da Covid-19, nesta terça-feira (8) que não a bula de todas… [ ]

8 de junho de 2021

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou à CPI da Covid-19, nesta terça-feira (8) que não a bula de todas as vacinas que estão sendo aplicadas no Brasil. O senador Otto Alencar (PSD-BA) chamou a atenção do ministro, apontando que o governo federal não está aplicando corretamente os imunizantes. Os dois bateram boca na comissão, que foi interrompida por alguns minutos.

Lamento o senhor não ter lido a bula de todas as vacinas. Pois eu li a bula de todas. O senhor é autoridade sanitária do Brasil, é exatamente o senhor que determina como devem ser aplicadas as vacinas e a quem deve tomar a vacina ou não. O senhor tem que conhecer a vacina”, disse o parlamentar.

Devo dizer que talvez seja o ato mais irresponsável que o ministro pode fazer: determinar a aplicação da vacina sem conhecer seus efeitos colaterais”, completou Otto Alencar. O senador então destacou que o governo tem aplicado a segunda dose da vacina da Pfizer com um intervalo de 12 semanas, sendo que a bula do imunizante recomenda 21 dias.

Queiroga retrucou as acusações: “A Vossa Excelência não pode querer desqualificar a autoridade sanitária do Brasil por ter lido ou não a bula da vacina”. Otto Alencar então respondeu: “Eu não estou desqualificando. Eu disse que o senhor não leu a bula, e o senhor não leu”.

O parlamentar também apontou que algumas vacinas não podem ser aplicada em gestantes, segundo orientações da bula. “O senhor está produzindo uma pseudovacinação no Brasil”, disse Alencar.

 

 

0 Comentários

Deixe o seu comentário!